Tipo 3 – O bem-sucedido

A pessoa

Provavelmente foi uma criança frequentemente elogiada pelas suas realizações. Lembram-se de, quando regressava da escola, ser-lhe perguntado pelo seu desempenho – se fora o melhor da turma? Mais do que qualquer relação emocional ou interpessoal, era reconhecida era pelo seu desempenho ou imagem. Assim, criou a regra de que para ser amado, respeitado e aceite, tem de ser bem-sucedido e, consequentemente, reconhecido.
Para manter a sua imagem, mascara os seus verdadeiros sentimentos, adaptando-se de forma fácil e natural a situações e ambientes de forma a facilitar e alcançar as metas a que se propôs. Nesse sentido, foca a sua atenção na performance, tendo sempre como prioridade o resultado. Empenha-se na competição e eficiência procurando evitar o fracasso. Assim, suspende as emoções como garantia de não interferência no desempenho e mantêm uma fachada de aparente optimismo e bem-estar.

 O profissional

No trabalho são empenhados e completamente comprometidos com as tarefas. O resultado das suas execuções tem de cumprir as metas pois disso depende o seu reconhecimento. São rápidos e dinâmicos a colocar as ideias em prática.
Vivem intensamente o dia-a-dia, com muitas actividades mas concentrados no desempenho pessoal, sacrificando a sua vida interior, confundindo o que são com o que fazem.
Têm facilidade em priorizar e competir, desfrutando do reconhecimento do sucesso.
Podem ter tenência a desenvolver estratégias que os levem a assumir a liderança, se isso lhes trouxer ganhos pessoais. Contudo, podem identificam-se com o desempenho da equipa e aí, esforçam-se por unir e motivar a equipa assumindo uma liderança não reconhecida. Ao assumirem esse papel, garantem o avanço dessa equipa.
São um exemplo da autoridade comprometida, são capazes de oferecer um compromisso incondicional, apoiando os outros, e terem grande optimismo quanto ao sucesso futuro.
Contudo, nas relações hierárquicas, tendem a assumir o controlo trabalhando em oposição às autoridades existentes.
Para atingir as metas podem descurar a qualidade de execução. Podem recorrer a uma autopromoção exagerada e têm tendência a relacionarem-se com os outros por via mais profissional do que afectiva.

 

Características da personalidade

positivas

a melhorar

ScreenShot083 Dedicados
ScreenShot083 Eficientes
ScreenShot083 Objectivos
ScreenShot083 Negociadores
ScreenShot083 Confiantes
ScreenShot083 Orientados para os resultados

ScreenShot083 Dissimulados
ScreenShot083 Calculistas
ScreenShot083 Impessoais
ScreenShot083 Manipuladores
ScreenShot083 Competitivos
ScreenShot083 Workaholics

 

Personalidades do tipo 3 – Ronald Reagan, Walt Disney, Farrah Fawcett, John F. Kennedy

 

Os textos descritivos dos tipos são um breve resumo baseados em: Palmer, Helen, “O Eneagrama – compreendendo-se a si mesmo e aos outros em sua vida”, 2ª edição, Edições Paulinas, SP, Brasil.
Fonte do quadro “Características da Personalidade”: Eneacoaching.

Top