Perguntas frequentes

Alguns mitos e perguntas sobre hipnose

Ao longo dos tempos, por falta de informação ou mediatização de alguns procedimentos, foram sendo criados mitos que hoje originam perguntas frequentes. De entre as mais frequentes estão:

Posso ser hipnotizado?
Sim! Como diria Milton Erickson, “todas as pessoas são hipnotizáveis, mas pode haver operadores pouco flexíveis”. Algumas pessoas têm mais dificuldade em relaxar ou são menos sugestionáveis mas mesmo essas entram naturalmente em estado hipnótico, embora não tão profundamente como outros mais sugestionáveis. Ciclicamente, o ser Humano entra, naturalmente, num estado idêntico ao “transe” hipnótico. Por exemplo, quando está concentrado a ler um livro e perde a consciência de tudo a sua volta ou, ao conduzir o seu carro, chega ao destino e não se recorda do percurso que fez, passa por esse estado hipnótico.

Vou perder a consciência?
Não! Estar hipnotizado não significa estar inconsciente mas sim estar num estado ampliado de consciência. Esse estado ampliado de consciência facilita a dissociação consciente/inconsciente que permite percepcionar as experiências guardadas no inconsciente, participando conscientemente no processo terapêutico. Pode acontecer que no final do processo não se recorde do que foi falado por ter ficado distraído em pensamentos, imagens, sons ou sensações ao vivenciar uma experiencia agradável.

O que se sente quando se é hipnotizado?
As sensações diferem de pessoa para pessoa. Umas vivenciarão experiências mais intensas, outras menos, outras sentirão um maior estado de relaxamento do que outras. A sensibilidade e sugesteonabilidade de cada um, assim como o problema em resolução, trazem experiência diferentes.

Posso perder o controlo?
Não! Estará sempre no controlo do processo. Se não for da sua vontade, não será hipnotizável, assim como não pode ser forçado a fazer ou dizer algo que não queira ou choque com o seu sistema de crenças e convicções. Terá sempre o controlo e o livre arbítrio de rejeitar quaisquer sugestões ou mesmo terminar a sessão em qualquer momento. Ao contrário do que nos é passado pelos filmes, televisão ou espetáculos preconizados por hipnotistas, o hipnoterapeuta não retira ao sujeito o controlo do seu comportamento e poder de decisão. Ele é um facilitador, um companheiro de viagem que está ao seu lado enquanto o inconsciente trabalha.

É possível uma pessoa não acordar?
Não! Eventualmente, por estar a vivenciar uma experiência agradável ou estar num transe mais profundo, pode não querer aceitar a sugestão de voltar do transe. Bastará deixá-la mais algum tempo e naturalmente o transe hipnótico se transformará em sono fisiológico, ou com a ajuda do terapeuta, acordará.

Posse revelar segredos sem querer?
Não! Só revela o que quiser e sentir necessário. Mesmo quando está em transe profundo, a sua mente mantem o estado de vigilância que protegerá a sua integridade. Se partilhar, o processo poderá tornar-se mais rápido pela interacção com o operador, mas não tem obrigatoriamente de o fazer.

De quantas sessões vou precisar?
Poucas, comparando com outros processos. Segundo um dos princípios básicos da Programação Neurolinguística, “todo o processo de aprendizagem e mudança duradoura é inconsciente” assim, ao trabalhar com o subconsciente, os resultados esperados podem surgir rapidamente. Geralmente, os sujeitos sentem mudanças num curto espaço de tempo o que, por vezes, dificulta-lhes essa percepção. Conforme a dificuldade ou profundidade do problema, depois de uma ou duas sessões os resultados podem aparecer, contudo haverá situações em que serão necessárias mais sessões. Na primeira sessão, após a avaliação, o terapeuta combinará com o sujeito quantas e qual a periodicidade das sessões.

Cria dependência?
Não! Um hipnoterapeuta consciencioso e cuidadoso tem sempre o cuidado de dar sugestões pós-hipnóticas de autonomia e liberdade. Em alguns casos poderá ensinar o sujeito o processo de Auto-hipnose para que ele possa fortalecer o processo de mudança de forma autónoma.

 Para pedido de informações ou marcação de sessões, por favor utilize o formulário abaixo

Contacto

 

Verificação anti-spam

Top